Como eu aciono a cobertura Afastamento por Doença ou Acidente do seguro de vida?

Na hora de acionar esta cobertura, existem dois casos: o de pessoas que trabalham em regime autônomo e de quem trabalha em regime CLT, com carteira assinada. Veja o que você precisa fazer em cada uma das situações:

Se você for autônomo:

Caso você fique afastado do trabalho por um acidente ou uma doença, avise a gente o mais rápido possível e informe o motivo, a data do afastamento e o período que você vai ficar afastado.

Você também vai precisar enviar os seguintes documentos pra gente:

  1. Formulário de “Aviso de Sinistro e Autorização para o Recebimento da Indenização”, devidamente preenchido e assinado;
  2. Cópia do RG (Cédula de Identidade) e do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do Segurado;
  3. Cópia do comprovante de residência em nome do Segurado Principal;
  4. Cópia do Boletim de Ocorrência Policial emitido por autoridade policial, se for o caso;
  5. Cópia da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), no caso de acidente de carro em que o Segurado era o motorista;
  6. Cópia do Laudo de Exame Toxicológico, e cópia autenticada do Laudo de Exame de Dosagem Alcoólica, quando houver;
  7. Cópia do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT), quando for o caso;
  8. Cópia de comprovante contábil/fiscal e fonte de renda da atividade profissional de 3 (três) meses antes do afastamento temporário. Alguns exemplos de comprovantes que você pode entregar:
    1. recolhimento do INSS ou
    2. Declaração do Imposto de Renda ou
    3. Carnê Leão ou
    4. Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA) ou
    5. Declaração emitida por Contador em formulário DECORE (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos).

Se você  for afastado por doença, vai precisar entregar também:

  1. Relatório médico, informando desde quando recebeu o primeiro diagnóstico da(s) doença(s), além da descrição da evolução clínica, da data em que iniciou o tratamento, das lesões/sequelas causadas pela doença, o período necessário para o tratamento e a data de confirmação de alta médica e, obrigatoriamente, da reabilitação.

Se você for afastado por acidente, vai precisar entregar também:

  1. Relatório médico informando a data do acidente, as lesões/sequelas causadas, o percentual do déficit funcional apresentado por segmento, o período necessário para o tratamento e a data de confirmação da alta médica e, obrigatoriamente, da reabilitação;
  2. Cópia de todos os documentos médicos e exames realizados;
  3. Cópia da declaração médica de alta definitiva.


Se você trabalha em Regime CLT:

Caso você fique afastado do trabalho por um acidente ou uma doença, avise a gente o mais rápido possível e informe o motivo, a data do afastamento e o período que você vai ficar afastado.

Você também vai precisar enviar os seguintes documentos pra gente:

  1. Formulário de “Aviso de Sinistro e Autorização para o Recebimento da Indenização”, devidamente preenchido e assinado;
  2. Cópia do RG (Cédula de Identidade) e do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do Segurado;
  3. Cópia do comprovante de residência em nome do Segurado Principal;
  4. Cópia do Boletim de Ocorrência Policial emitido por autoridade policial, se for o caso;
  5. Cópia da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), no caso de acidente de carro em que o Segurado era o motorista;
  6. Cópia do Laudo de Exame Toxicológico, e cópia autenticada do Laudo de Exame de Dosagem Alcoólica, se houver;
  7. Cópia do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT), quando for o caso;
  8. Cópia dos 3 (três) últimos comprovantes de salário.

Se você for afastado for por doença, vai precisar entregar também:

  1. Relatório médico, informando desde quando recebeu o primeiro diagnóstico da(s) doença(s), além da descrição da evolução clínica, da data em que iniciou o tratamento, das lesões/sequelas causadas pela doença, o período necessário para o tratamento e a data de confirmação de alta médica e, obrigatoriamente, da reabilitação.

Se você for afastado por acidente, vai precisar enviar  também:

  1. Relatório médico informando a data do acidente, as lesões/sequelas causadas, o percentual do déficit funcional apresentado por segmento, o período necessário para o tratamento e a data de confirmação da alta médica e, obrigatoriamente, da reabilitação.
  2. Cópia de todos os documentos médicos e exames realizados;
  3. Cópia da declaração médica de alta definitiva.

Fique ligado: de acordo com a Circular SUSEP nº 302/2005, a gente só pode analisar seu seguro quando tivermos todos esses documentos, ok? Depois que você enviar tudo pra gente, vamos avaliar o seu caso pra saber se você tem direito à indenização e avisaremos a você.

Se estiver tudo certo, a gente te paga a indenização em até 30 dias, contando a partir da entrega de todos os documentos.  Se precisar de algum documento adicional, esse período é interrompido até você enviar tudo que a gente precisa e o prazo volta a contar a partir da chegada dos novos documentos, ok?

Esse artigo foi útil?

Usuários que acharam isso útil: 1 de 1